Ômegas 3, 6, 7 e 9

Para uma vida saudável, é necessário suprir as doses diárias desses elementos

INTRODUÇÃO


Os ácidos graxos essenciais são gorduras boas que são necessárias para o bom funcionamento do organismo, porém ele não consegue produzi-los e precisamos adquiri-los através do consumo de alimentos. Muitos alimentos são chamados funcionais justamente por oferecerem alguns desses ácidos, como os peixes, óleo e sementes de linhaça, nozes e abacate. 1
Os ácidos graxos essenciais para a alimentação humana são o ácido linolênico (ômega-6) e o ácido linoleico (ômega-3). O primeiro está presente em grande quantidade nos óleos de milho e soja, enquanto o segundo, em vegetais de folhas verdes, no óleo de linhaça e nos óleos de peixes marinhos. A importância destes ácidos graxos está na sua capacidade de se transformar em substâncias biologicamente mais ativas, com funções especiais no equilíbrio homeostático, e em componente estrutural das membranas celulares e do tecido cerebral e nervoso. A alimentação humana corretamente balanceada deve atender a uma relação ótima entre ômega-6 e ômega-3, de 4:1, porém o ritmo de vida atual muitas vezes não permite uma alimentação rica e bem combinada, baseada em alimentos criteriosamente selecionados. 2
Os óleos de muitas espécies de peixes marinhos são ricos em ácido graxo eicosapentaenoico (EPA) e ácido docosaexaenoico (DHA), que são as formas longas e insaturadas ativas da série ômega-3, e que podem ser absorvidas diretamente pelos ciclos metabólicos dos seres humanos. Estes ácidos graxos são produzidos pelas algas marinhas, e depois transferidos de forma bastante eficiente, através da cadeia alimentar, para os peixes. Dentre os peixes, aqueles que contêm maior quantidade de EPA e DHA são os que habitam águas frias, como salmão, truta e bacalhau. Estes apresentam, além dos ácidos graxos essenciais, proteína de alta qualidade, ótima digestibilidade e baixo teor calórico. Portanto, são recomendados para auxiliar na manutenção da sanidade geral, e também para gestantes e lactentes, pois influem no desenvolvimento do cérebro e do sistema nervoso da criança. 2
Já o ômega 7 (ácido graxo palmitoléico) é importante auxiliar na quebra de gorduras prejudiciais ao nosso organismo. Reduz a taxa de açúcar no sangue e favorece a quebra de gordura dos tecidos que envolvem o fígado e o coração, além de retardar o processo de envelhecimento. 3
O ômega 9 (ácido oléico) Sua atuação benéfica é notada em todas as enfermidades degenerativas e cardiovasculares, e em problemas relacionados ao sistema nervoso central. 3

REFERENCIAL TEÓRICO
Ômega 3
Muitas pesquisas têm mostrado que quem come mais peixe e menos carne vermelha tem uma vida mais longa e mais saudável. Isso porque os peixes, principalmente salmão, sardinha e atum possuem altas dosagens de o ômega 3, que é um ácido graxo poliinsaturado extremamente importante no funcionamento do organismo, mas que não é produzido pelo nosso corpo, por isso deve ser adquirido através da alimentação. O ômega 3 é eficaz contra a oxidação do colesterol ruim (LDL) e com isso prevenindo doenças cardiovasculares, como o ataques cardíacos. Também auxilia no tratamento de quem tem hipertensão. 1

O consumo regular de Ômega 3 também auxilia na manutenção do cérebro. Essa substância faz parte da estrutura desse órgão, provendo a boa comunicação entre as células nervosas, ajudando no monitoramento da memória e do humor. 1
A falta dessa substância causa mudanças de humor, perda de memória e dificuldade de aprendizado. Ele é utilizado para aumentar a concentração, melhorar habilidades motoras, motivação, prevenir doenças degenerativas e até para reduzir o stress. 1
O ácido graxo ômega 3 é principalmente encontrado em peixes, especialmente os de águas profundas e frias, como o salmão, atum e sardinha, já citados e a cavala e leão marinho, e também em oleaginosas, óleo de linhaça e ovos enriquecidos. 1
Por se tratar de uma substância com alto poder de oxidação, é recomendado que seja consumido juntamente com antioxidantes, como vitaminas C, vitamina E e selênio. 1
Ômega 6
Assim como o ômega 3, o ômega 6 também é um ácido graxo que não é produzido pelo organismo. Ele também é encontrado em peixes, óleos vegetais e alguns cereais e promove o combate ao colesterol, excesso de glicose e ajuda quem tem hipertensão. Porém estudos demonstraram que o excesso desse ácido pode provocar doenças degenerativas como o Mal de Alzheimer, por este motivo seu consumo como suplementação deve ser moderado e de preferência com aconselhamento de médico ou nutricionista. 1
Ômega 7
O óleo de macadâmia é rico em ácido graxo palmitoléico, também conhecido como ômega 7, um ácido graxo monoinsaturado responsável pelo metabolismo dos lipídeos. Ele pode ajudar a equilibrar os níveis do colesterol HDL e LDL, a reduzir a taxa de açúcar no sangue e favorecer a quebra de gordura dos tecidos que envolvem o fígado e o coração. Possui destacada atividade no controle da pressão sanguínea, especialmente em pacientes com hipertensão moderada. A noz macadâmia é chamada rainha das nozes a sua principal característica é a presença do ácido graxo palmitoléico (Omega 7) em sua composição. O ácido palmitoléico é encontrado na secreção sebácea natural da pele, principalmente nos bebês, crianças e adolescentes. 4
À medida que envelhecemos, a quantidade de ácido palmitoléico (Ômega 7) da pele diminui. 4
Ômega 9
Já o ácido graxo ômega 9 pode ser produzido pelo organismo, desde que os ácidos ômegas 3 e 6 já estejam presentes em seu organismo (através da alimentação, já que seu corpo não consegue produzi-los). Esse ácido também ajuda na redução do colesterol, a aterosclerose, melhora as funções imunológicas e ajuda a proteger contra certos tipos de câncer. A maior fonte de ômega 9 é o azeite de oliva, azeitonas, abacates, amêndoas e óleo de gergelim . 1

É bom saber que o consumo adequado desses ácidos graxos ajudam a manter a boa saúde, porém, quando o consumo é desbalanceado, pode trazer riscos para a mesma. Por isso nutricionistas dizem que o ideal é consumir mais ômega 3 do que ômega 6, pois o excesso deste pode causar, além de doenças degenerativas como o Mal de Alzheimer e também retenção de líquidos e aumento da pressão arterial. 1
Rico em ômega 9 e faz parte da dieta mediterrânea o azeite de oliva extra-virgem ajuda no combate ao colesterol total e ruim (LDL) e também aumenta o bom (HDL). Além disso, é altamente antiinflamatório por fornecer uma antioxidantes, o que pode reduzir a oxidação através da inibição da *peroxidação dos lipídeos, fator que está envolvido nas doenças coronarianas, no câncer e no envelhecimento. 5
CONCLUSÃO
Para uma vida saudável, é necessário suprir as doses diárias desses elementos.

REFERÊNCIAS

1. ÔMEGAS. Disponível em: < http://www.alimentacao-saudavel.com/veja-como-os-3-omegas-podem-mudar-a-sua-vida-2/&gt;. Acesso em: 17 set. 2012.
2. ÁCIDOS GRAXOS ESSENCIAIS. Disponível em: <ftp://ftp.sp.gov.br/ftppesca/acidos_graxos.pdf>. Acesso em: 17 set. 2012.
3. ÔMEGAS 7 E 9. Disponível em: < http://www.omelhordanatureza.com.br/pazze/acidos-graxos-essenciais-longevidade-e-saude&gt;. Acesso em: 17 set. 2012.
4. ÔMEGAS 7 E 9. Disponível em: < http://www.omelhordanatureza.com.br/pazze/macadamia-coadjuvante-na-manutencao-de-uma-pele-jovem&gt;. Acesso em: 17 set. 2012.
5. ÔMEGA 9. Disponível em: <http://www2.uol.com.br/vyaestelar/alimentos_omega_nove.htm&gt;. Acesso em: 17 set. 2012

Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO – Cursos Online : Mais de 900 cursos online com certificado
http://www.portaleducacao.com.br/nutricao/artigos/17390/omegas-3-6-7-e-9/pagina-3#ixzz28R1fDxn7

Anúncios

Publicado em 05/10/2012, em Conceitos Químicos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: