Novo método de teleporte quântico nos deixa mais próximos de uma internet quântica

Por: Adam Clark Estes
30 de maio de 2014 às 16:35

teleportequantico

Uma equipe de cientistas holandeses anunciou um novo método para teletransporte quântico que usa entrelaçamento como uma forma de comunicação. Eles conseguiram teleportar com sucesso dados a uma distância de três metros. O importante aqui é que eles conseguiram fazer com 100% de confiabilidade.

O feito por si só não é exatamente um grande avanço. Teletransporte quântico não é algo novo. Cientistas já brincam com isso há anos, e a distâncias de até 100 quilômetros. A confiabilidade de 100%, no entanto, é a grande novidade. Isso nos deixa um passo mais próximos de um computador quântico genuíno. Ou, ao menos, nas palavras do comunicado divulgado pelo laboratório, “é um passo importante em direção a uma rede de comunicação quântica entre computadores quânticos ultrarrápidos – uma internet quântica.”

Isso parece bem legal! Mas espere até saber como eles estão fazendo isso. Os pesquisadores aprisionaram elétrons dentro de diamantes a temperaturas extremamente baixas e então atingiram eles com lasers, produzindo quantum bits (os qubits) que podem descrever diversos valores. Os diamantes agem como “mini-prisões” para os elétrons, eles dizem, e permite que eles criem uma rotação para os elétrons e ler eles novamente com precisão. Através de entrelaçamento, eles transportam efetivamente dados entre os qubits a uma distância de três metros com 100% de precisão. Em seguida, eles planejam fazer isso a uma distância pouco inferior a 1,6km.

A equipe holandesa publicou um paper sobre o novo método na Science, mas as coisas estão ficando cada vez mais empolgantes. Se eles conseguirem ampliar o método, poderemos chegar à próxima geração da computação, ao introduzir um novo padrão de velocidade e poder nunca vistos antes. Não vamos teleportar nossos amigos de um canto para o outro do planeta. Mas pelo menos teremos uma internet incrivelmente rápida. [Science via NYT]

Publicado em 30/05/2014, em Ciência e tecnologia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: