Arquivo da categoria: Exercícios de Química

Exercícios sobre estequeometria – 3º D – ETEC Júlio de Mesquita

1) Um modo de remover NO das emissões das chaminés é através da reação com amônia:

NH3(g) + NO(g) ==> N2(g) + H2O(l)

Calcule a massa de N2 produzida a partir de 1,25 mols de NO;

Calcule a massa de NH3 necessária para reagir com 45 g de NO.

2) Um vinho comercial contém cerca de 9,7% de álcool etílico por massa. Suponha que 1,21 Kg de vinho sejam produzidos pela reação de fermentação da glicose, descrita abaixo:

C6H12O6(aq) ==> C2H5OH(l) + CO2(g)

Calcule a massa de glicose necessária para produzir o álcool etílico no vinho.

3) Um certo tipo de óleo cru queimado em usinas geradoras de eletricidade contém cerca de 1,2% de enxofre em massa. Quando o óleo queima, o enxofre forma dióxido de enxofre gasoso:

S(s) + O2(g) ==>  SO2(g)

Quantos litros de SO2 (d = 2,60 g/L) são produzidos quando 1,0 kg de óleo são queimados?

4) Deseja-se preparar 100,0 g de acetileno pela reação:

CaC2(s) + H2O(l) ==> Ca(OH)2(s) + C2H2(g)

Quantos gramas de CaC2 (carbeto de cálcio) e de água são necessários?

5) A amônia é produzida industrialmente pela reação entre nitrogênio e hidrogênio gasoso:

N2(g) + H2(g) ==> NH3(g)

Quantos gramas de amônia podem ser produzidos a partir de 5,47 ´ 1024 moléculas de H2?

6) O superóxido de potássio, KO2, é usado em máscaras de respiração para gerar oxigênio.

KO2(s) + H2O(l) ==> KOH(s) + O2(g)

Se o vaso de reação contiver 0,15 mol de KO2 e 0,10 mol de H2O, qual o reagente limitante? Quantos moles de oxigênio podem ser produzidos?

7) O dióxido de enxofre reage com oxigênio gasoso sob condições apropriadas para formar trióxido de enxofre. Determine o maior número de moléculas de SO3 que podem ser produzidas a partir de 185 moléculas de SO2 e 381 moléculas de O2.

SO2(g) + O2(g) ==> SO3(g)

8) O titânio, usado em motores e estruturas de aviões, pode ser obtido a partir do tetracloreto de titânio, que por sua vez, é obtido do dióxido de titânio pela reação:

TiO2(s) + C(s) + Cl2(g) ==> TiCl4(s) + CO2(g) + CO(g)

Um recipiente contém 4,15 g de TiO2, 5,67 g de C e 6,78 g de Cl2. Suponha que a reação se complete conforme a equação acima. Quantos gramas de tetracloreto de titânio podem ser obtidos?

9) O metanol é combustível de queima limpa e fácil de manusear. Pode ser preparado pela reação direta entre o CO e o H2 (que se obtém pela reação entre o vapor de água e o carvão, a quente).

CO(g) + H2(g) ==> CH3OH(l)

Numa mistura de 12,0 g de hidrogênio e 74,5 g de CO, qual o reagente limitante? Que massa (em gramas) do reagente em excesso resta depois da reação completar-se? Qual a produção teórica do metanol?

10) A aspirina (ácido acetilsalicílico) é preparada pelo aquecimento do ácido salicílico, C7H6O3, com o anidrido acético, C4H6O3. O outro produto da reação é o ácido acético.

C7H6O3 + C4H6O3 ==> C9H8O4 + C2H4O2

Qual a produção teórica (em gramas) da aspirina quando se aquecem 2,00 g de ácido salicílico com 4,00 g de anidrido acético? Se a produção real da aspirina for 2,10 g, qual o rendimento percentual?

11) As chamas do oxiacetileno são usadas para soldas, atingindo temperaturas próximas a 2000oC. Estas temperaturas são devidas à combustão do acetileno com o oxigênio:

C2H2(g) + O2(g) ==> CO2(g) + H2O(g)

Partindo-se de 125 g de ambos, qual é o reagente limitante?

Se forem formados 22,5 g de água, qual é o rendimento percentual?

12) No processo Ostwald, o ácido nítrico é produzido, a partir da amônia, por um processo em três etapas:

4 NH3(g) + 5 O2(g) ==> 4 NO(g) + 6 H2O(g)

2 NO(g) + O2(g)  ==> 2 NO2(g)

3 NO2(g) + H2O(g)  ==> 2 HNO3(aq) + NO(g)

Supondo um rendimento de 82% em cada etapa, quantos gramas de ácido nítrico podem ser fabricados a partir de 1,00 ´ 104 g de amônia?

13) Uma amostra de cocaína (C17H21O4N) é diluída com açúcar, C12H22O11. Quando uma amostra de 1,00 mg desta mistura é queimada, são formados 2,00 mg de CO2. Qual é a porcentagem de cocaína na mistura?

C17H21O4N + O2  ==> CO2 + H2O + NO2

14) A reação entre o zinco e o cloro foi usada como base de bateria de automóvel:

Zn(s) + Cl2(g)  ==> ZnCl2(s)

Qual a produção teórica, no ZnCl2, quando 35,5 g de zinco reagem com cloro em excesso? Se forem obtidos apenas 65,2 g de cloreto de zinco, qual o rendimento percentual neste composto?

15) Numa reação entre o metano, CH4, e cloro, Cl2, podem ser formados quatro produtos: CH3Cl, CH2Cl2, CHCl3 e CCl4. suponha que 20,8 g de metano reagiram com cloro em excesso e produziram 5,0 g de CH3Cl, 25,5 g de CH2Cl2 e 59,0 g de CHCl3. Todo o CH4 reagiu.

Quantos gramas de CCl4 foram formados?

Qual o rendimento percentual do CCl4?

LISTA  DE  EXERCÍCIOS

1)     A pirita de ferro, FeS2, forma bonitos cristais dourados que são chamados de “ouro dos tolos”.

a)     Quantos mols de enxofre serão necessários para combinar com 1,00 mol de Fe para formar FeS2?        R.: 2,00 mol de S

b)    Quantos mols de ferro são necessários para combinar com 1,44 mols de S para formar FeS2?          R.: 0,72 mol de Fe

c)    Quantos mols de enxofre existem em 3,00 mols de FeS2? R.: 6 mol de S

d)    Quantos mols de FeS2 são necessários para se ter 3,00 mols de Fe?

R.: 3 mol de FeS2

2) Quantos mols de S estão contidos em 1,00 mol de As2S3? R : 3 mol de S

3) Baseado na quantidade de carbono disponível, quantos mols de CO2 podem ser liberados de 1,00 mol de CaCO3? R.: 1,00 mol de CO2

4) Dê a massa de 1,00 mol de cada um dos seguintes elementos:

a) Magnésio  R.: 24,30 g de Mg

b) Carbono R.: 12,00 g de C

c) Ferro  R.: 55,84 g de Fe

d) Cloro R.: 35,46 g de Cl

e) Enxofre R.: 32,00 g de S

f) Estrôncio   R.: 87,62g de Sr

5) Quantos mols existem em 50,0 g de cada um dos seguintes elementos:

a) Sódio                                                     R.: 2,17 mol de Na

b) Arsênio                                                  R.: 0,66 mol de As

c) Cromo                                                   R.: 0,96 mol de Cr

d) Alumínio                                                R.: 1,85 mol de Al

e) Potássio                                                 R.: 1,61 mol de K

f) Prata                                                       R.: 0,46 mol de Ag

6) Qual a massa de 1,35 mol de cafeína, C8H10N4O2? R.: 262g de cafeína

7) Qual a massa de 6,30 mol de sulfato de chumbo, PbSO4? R.: 1,91 . 103 g de PbSO4

8) Quantos mols estão contidos em 242 g de bicarbonato de sódio, NaHCO3?

R.: 2,88 mol de NaHCO3

9) Quantos mols estão contidos em 85,3g de ácido sulfúrico, H2SO4? R.:  0,870 mol de H2SO4

10) Calcule a massa do hidrogênio em 12,0 g de NH3.R.:  2,13g de H

11) O acetileno, que é usado como combustível nos maçaricos de solda, é produzido numa reação entre carbeto de cálcio e água:

CaC2 +  2H2O    ==> Ca(OH)2   +   C2H2

Carbeto                                 Acetileno

de Cálcio

a) Quantos mols de C2H2 serão produzidos a partir de 2,50 mols de CaC2?                                            R.:  2,50 mol de CaC2

b) Quantos gramas de C2H2 serão formados a partir de 0,500 mols de CaC2?                                                  R.:  13,0 g de C2H2

c) Quantos mols de água serão consumidos ao se produzirem 3,20 mols de C2H2?                                          R.:  6,40 mol de H2O

d) Quantos gramas de Ca(OH)2 serão produzidos quando 28,0 g de C2H2 forem formados?              R.:  79.7g de Ca(OH)2

12) O fósforo branco, formado por moléculas P4, é usado em artefatos incendiários militares, porque inflama espontaneamente quando exposto ao ar. O produto da reação com o oxigênio é P4O10. (O oxigênio encontra-se presente no ar com moléculas de O2)

a) Escreva a equação química balanceada para a reação do P4 com O2.

b) Quantos mols de P4O10 poderão ser produzidos mediante o uso de 0,500mol de O2?                          R.:  0,100 mol de P4O10

c) Quantos gramas de P4 serão necessários para produzir 50,0 g de P4O10?                                    R.:  21,8g P4

d) Quantos gramas de P4 reagirão com 25,0g de O2? R.:  19,4g P4

13) Quando o ferro é produzido a partir do seu próprio minério, Fe2O3, a reação é a seguinte:

Fe2O3    +    3CO    è    2Fe    +    3CO2

a) Quantos mols de CO serão necessários para produzir 35,0 mols de Fe?                                            R.:  52,5 mol de CO

b) Quantos mols de Fe2O3 reagirão, se 4,5 mol de CO2 forem formados?                                     R.:  1,5 mol de Fe2O3

c) Quantos mols de CO serão necessários para reagir com 48,5 g de Fe2O3?                                                   R.:  0,911 mol de CO

d) Quantos gramas de Fe são formados quando 18,6 g de CO reagem?                                                 R.:  24,7g Fe

14) O inceticida DDT (que os ecologistas reconhecem como sendo um sério agente poluente) é fabricado através de uma reação entre clorobenzeno e cloral.

2C6H5Cl               +      C2HCl3O     ==>   C14H9Cl5       +      H2O

Clorobenzeno               Cloral                   DDT

Quantos quilogramas de DDT podem ser produzidos a partir de 1.000 Kg de clorobenzeno?                                 R.:  1.575 Kg DDT

15) A dimetil-hidrazina, (CH3)2NNH2, foi usada como combustível do módulo de descida lunar da Apolo, juntamente com o N2O4, líquido oxidante. Os produtos da reação entre os dois, no motor do foguete, são: H2O, CO2 e N2.

a) Escreva a equação química balanceada para a reação.

b) Calcule a massa de N2O4 requerida para queimar 50Kg de dimetil-hidrazina.                                      R.:  153 Kg N2O4

16) Sob condições apropriadas, acetileno, C2H2, e HCl reagem para formar cloreto de vinila, C2H3Cl. Esta substância é usada para produzir o plástico policloreto de vinila (PVC) e foi considerada carcinogênica. A equação para a reação é:

C2H2 +     HCl ==>   C2H3Cl

em uma dada instância, 35,0g de C2H2 são misturados com 51,0 g de HCl.

a) Qual o reagente está em excesso?   R.:  HCl

b) Quantos gramas de C2H3Cl serão formados? R.:  84,1g C2H3Cl

c) Quantos gramas de reagente, em excesso, restarão após se completar a reação?                         R.:  1,9g HCl

17) O alvaiade, pigmento usado em tintas à base de chumbo, é produzido pelas reações:

2Pb +  2HC2H3O2  +  O2 ==> 2Pb(OH)C2H3O2

6Pb(OH)C2H3O2 + 2CO2  ==> Pb3(OH)2(CO3)2 + 2H2O + 3Pb(C2H3O2)2

Alvaiade

a) Partindo-se de 20g de Pb, quantos gramas de alvaiade poderão ser preparados?                                  R.:  12,5g de alvaiade

b) Quantos gramas de CO2 serão necessários, se 14,0g de O2 forem consumidos na primeira reação?   R.:  12,8g de CO2

Considere que todo o Pb, na primeira reação, é completamente convertido em produtos da segunda reação

Anúncios

Lista de exercícios sobre hidrocarbonetos–2ºD–ETEC Júlio de Mesquita

Lista de Hidrocarbonetos
Exercícios de aplicação

1 (UEL) Quantos átomos de hidrogênio há na molécula do ciclobuteno?

a) 4

b) 5

c) 6

d) 7

e) 8

2 (UFMG) Com relação ao benzeno, a afirmativa FALSA é:

a) ele é insolúvel em água.

b) ele é um hidrocarboneto aromático.

c) ele sofre reação de combustão.

d) Suas moléculas são insaturadas.

e) suas moléculas têm carbonos tetraédricos.

3 (UFSCar) Considere as afirmações seguintes sobre hidrocarbonetos.

(I) Hidrocarbonetos são compostos orgânicos constituídos somente de carbono e hidrogênio.

(II) São chamados de alcenos somente os hidrocarbonetos insaturados de cadeia linear.

(III) Cicloalcanos são hidrocarbonetos alifáticos saturados de fórmula geral CnH2n.

(IV) São hidrocarbonetos aromáticos: bromobenzeno, p-nitrotolueno e naftaleno.

São corretas as afirmações:

a) I e III, apenas.

b) I, III e IV, apenas.

c) II e III, apenas.

d) III e IV, apenas.

e) I, II e IV, apenas.

Tarefa proposta
Tarefa fundamental

1) (Uel) Na estrutura do 1,3-pentadieno, o número de carbonos insaturados é:

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

2) (Uel) Qual das fórmulas moleculares representa um ciclano?

a) C6H14

b) C6H12

c) C6H10

d) C6H8

e) C6H6

3) (PUC-MG) Os compostos isopentano, neopentano e isobutano apresentam o seguinte número de carbonos, respectivamente:

a) 5, 5, 4

b) 6, 6, 4

c) 5, 6, 4

d) 6, 4, 5

e) 6, 6, 5

4 (Mackenzie) Sobre a substância decano, é INCORRETO afirmar que:

Dado: C (Z = 6) e H (Z = 1)

a) o número de carbonos em sua estrutura é igual a dez.

b) é um alcano.

c) o número de hidrogênios em sua cadeia é igual a 22.

d) deve ter fórmula molecular C4H10.

e) apresenta somente ligações covalentes em sua estrutura.

5 (Mackenzie) Relativamente ao composto de fórmula H2C=CH-CH=CH2 é incorreto afirmar que:

a) é um hidrocarboneto.

b) possui dois carbonos secundários em sua estrutura.

c) é um alceno.

d) sua fórmula molecular é C4H6.

e) tem a mesma fórmula do ciclobuteno.

6 (Mackenzie) Relativamente ao composto de fórmula estrutural H3C-CH2-CH2-CH3, considere as afirmações:

I – é um alcano.

II – apresenta somente carbonos primários em sua estrutura.

III – apresenta cadeia normal.

IV – tem fórmula molecular C4H10.

São corretas somente:

a) I e II.

b) I e III.

c) II, III e IV.

d) I, III e IV.

e) I e IV.

Tarefa complementar

7 (UFSCar) A queima do eucalipto para produzir carvão pode liberar substâncias irritantes e cancerígenas, tais como benzoantracenos, benzofluorantracenos e dibenzoantracenos, que apresentam em suas estruturas anéis de benzeno condensados. O antraceno apresenta três anéis e tem fórmula molecular

a) C14H8

b) C14H10

c) C14H12

d) C18H12

e) C18H14

8 (Mackenzie)

clip_image001

Sobre o limoneno, substância obtida do óleo de limão, representada acima, é INCORRETO afirmar que:

a) apresenta uma cadeia cíclica e ramificada.

b) apresenta duas ligações covalentes pi.

c) apresenta um carbono quaternário.

d) sua fórmula molecular é C10H16.

e) apresenta três carbonos terciários.

9 (FGV) A destilação de hulha produz uma série de compostos, um dos quais é um hidrocarboneto de massa molar 78g/mol. Considerando-se que as massas molares do carbono, hidrogênio e oxigênio são, respectivamente, 12,1 e 16g/mol, concluímos que esse hidrocarboneto é:

a) hexeno

b) benzeno

c) pentano

d) ciclopentano

e) hexano

10 (PUC-MG) O benzopireno é um composto aromático formado na combustão da hulha e do fumo. Pode ser encontrado em carnes grelhadas, em carvão ou peças defumadas. Experiências em animais comprovaram sua potente ação cancerígena. Apresenta a seguinte fórmula estrutural:

clip_image002

Sua fórmula molecular é:

a) C22H14

b) C20H20

c) C22H18

d) C20H14

e) C20H12

11 (UF-Fluminense) Tem-se uma amostra gasosa formada por um dos seguintes compostos:

CH4; C2H4; C2H6; C3H6 ou C3H8

Se 22g dessa amostra ocupam o volume de 24,6L à pressão de 0,5 atm e temperatura de 27°C (dado R = 0,082L.atm°K­1mol­1), conclui-se que se trata do gás:

Dados: Massas molares (g/mol): C = 12; H = 1

a) etano

b) metano

c) propano

d) propeno

e) eteno

Exercícios de aplicação

1 (PUC-PR) O composto:

clip_image003

apresenta, como nomenclatura oficial, o seguinte nome:

a) 1,2,2,3,4-pentametil-2-fenil-butano.

b) 2,3,4,4-tetrametil-3-fenil-pentano.

c) 2,2,3,4-tetrametil-3-fenil-pentano.

d) 2,2,3-trimetil-3-etil-octano.

e) 2,2-dimetil-3-isopropil-3-fenil-butano.

2 (UFLA) De acordo com a IUPAC, o nome CORRETO do “Isopreno”, o monômero básico dos polímeros, é

clip_image004

a) 4-metil-1,3-butadieno

b) 2-metileno-1,3-butadieno

c) 4-vinil-1-penteno

d) 2-metil-1,3-butadieno

e) 2-metil-1,3-pentadieno

3 (Mackenzie) Na substância trimetil-benzeno, o anel benzênico é ramificado por radicais:

clip_image005

Tarefa proposta
Tarefa fundamental

1 (UF-Fluminense) Analise a estrutura seguinte e considere as regras de nomenclatura da IUPAC.

clip_image006

Assinale a opção que indica as cadeias laterais ligadas, respectivamente, aos carbonos de números 4 e 5 da cadeia hidrocarbônica principal.

a) propil e isobutil

b) metil e isobutil

c) terc-pentil e terc-butil

d) propil e terc-pentil

e) metil e propil

2 (PUC-MG) A essência de morango tem fórmula:

clip_image007

Os radicais ligados ao grupo funcional do composto são:

a) etil e butil

b) metil e isobutil

c) metil e sec-butil

d) etil e isobutil

e) metil e terc-butil

3 (Mackenzie) Dentre os diversos componentes da gasolina, encontra-se o isoctano, também chamado de 2,2,4 – trimetilpentano, que:

a) apresenta dois carbonos secundários em sua estrutura.

b) é isômero de cadeia do 3,4 – dimetilhexano.

c) por combustão total, forma unicamente gás carbônico.

d) é um hidrocarboneto alquênico.

e) possui cadeia carbônica alifática, saturada e normal.

4 (Cesgranrio) Assinale a única afirmativa correta, com relação ao composto que apresenta a estrutura a seguir:

clip_image008

O composto:

a) é um alqueno;

b) apresenta um radical n-propila ligado ao carbono 4;

c) apresenta 2 radicais propila;

d) apresenta 3 radicais etila;

e) apresenta 2 radicais etila.

5 (UEL) Um dos hidrocarbonetos de fórmula C5H12 pode ter cadeia carbônica

a) cíclica saturada.

b) acíclica heterogênea.

c) cíclica ramificada.

d) aberta insaturada.

e) aberta ramificada.

Tarefa complementar

6 (UEL) A união dos radicais metil e n-propil dá origem ao

a) butano

b) metil propano

c) pentano

d) dimetil propano

e) metil butano

7 (UEL) A fórmula molecular do 2,3 – dimetil butano, é

a) C6H14

b) C6H12

c) C6H10

d) C4H10

e) C4H8

8 (Cesgranrio) A qualidade uma gasolina pode ser expressa pelo seu índice de octanagem. Uma gasolina de octanagem 80 significa que ela se comporta, no motor, como uma mistura contendo 80% de isooctano e 20% de heptano. Observe a estrutura do isooctano:

clip_image009

De acordo com a nomenclatura IUPAC, esse hidrocarboneto é o:

a) iso – propil – pentano.

b) n – propil – pentano.

c) 2,4,4 – trimetil – pentano.

d) 2,2,4 – trimetil – pentano.

e) trimetil – isopentano.

9 (Vunesp) A gasolina contém 2,2,4-trimetilpentano. Escreva sua fórmula estrutural.

Lista sobre Cinética Química–3ºI–ETEC Julio de Mesquita

LISTA DE EXERCÍCIOS

CINÉTICA QUÍMICA

1- (UESC-BA) O NO2 proveniente dos escapamentos dos veículos automotores é também responsável pela destruição da camada de ozônio. As reações que podem ocorrer no ar poluído pelo NO2, com o ozônio, estão representadas pelas equações químicas I e II, e pela equação química global III.

 

I – NO2(g) + O3(g) → NO3(g) + O2(g) (etapa lenta)

II – NO3(g) + NO2(g) → N2O5(g) (etapa rápida)

III – 2NO2(g) + O3(g) → N2O5(g) + O2(g) (equação química global)

 

Com base nessas informações e nos conhecimentos sobre cinética química, pode-se afirmar:

a) A expressão de velocidade para a equação química global III é representada por V = k[NO2][O3].

b) A adição de catalisador às etapas I e II não altera a velocidade da reação III.

c) Duplicando-se a concentração molar de NO2(g) a velocidade da reação quadruplica.

d) A velocidade das reações químicas exotérmicas aumentam com a elevação da temperatura.

e) A equação química III representa uma reação elementar.

 

2 – (UERJ) A água oxigenada é empregada, freqüentemente, como agente microbicida de ação oxidante local. A liberação do oxigênio, que ocorre durante a sua decomposição, é acelerada por uma enzima presente no sangue. Na limpeza de um ferimento, esse microbicida liberou, ao se decompor, 1,6 g de oxigênio por segundo. Nessas condições, a velocidade de decomposição da água oxigenada, em mol/min, é igual a:


a) 6,0

b) 5,4

c) 3,4

d) 1,7

3 – (UFSE) Em geral, reação química não ocorre toda vez que acontece uma colisão entre espécies potencialmente reativas. A reação ocorre quando as espécies reativas possuem um mínimo de energia no momento da colisão. É uma barreira que as espécies que colidem devem suplantar para produzir os produtos. Esse mínimo de energia denomina-se energia de


a) reação.

b) ativação.

c) dissociação.

d) ionização.

e) combustão.

 

4 – (Unifor – CE) A água atua com maior intensidade (maior rapidez de reação) sobre o ferro quando ela

 

a) está quente e o ferro, em barras, está à temperatura ambiente.

b) é vapor e o ferro, em limalha, está aquecido.

c) está fria e o ferro, em barras, está frio.

d) é sólida e o ferro, em limalha, está aquecido.

e) é vapor e o ferro, em limalha, está à temperatura ambiente.

 

5 – (Unifor – CE) Um prego de ferro foi colocado em uma solução aquosa ácida e aconteceu a reação representada pela equação:

Fe(s) + 2H+(aq) → Fe2+(aq) + H2(g)

Para tornar essa reação mais rápida, pode-se repetir o experimento fazendo o seguinte:

I. aquecer a solução de ácido

II. usar solução de ácido mais diluída

III. triturar o prego

A rapidez SOMENTE é aumentada quando se realiza


a) I

b) II

c) III

d) I e II

e) I e III


6 – (U. F. Juiz de Fora-MG) Muitas das reações químicas que ocorrem no nosso organismo, nas indústrias químicas e na atmosfera são afetadas por certos catalisadores. Por exemplo, no homem, as enzimas são os catalisadores das reações bioquímicas. A função destes nas reações químicas é:

a) diminuir a energia de ativação da reação.

b) tornar espontânea uma reação não espontânea.

c) deslocar o equilíbrio da reação.

d) diminuir a entalpia total de uma reação.

 

7 – (Unioeste – PR – Adaptada) Em vários processos industriais é de grande importância o controle da velocidade das reações químicas envolvidas. Em relação à cinética das reações químicas, podemos afirmar que:

(01) o aumento da concentração dos reagentes diminui a velocidade das reações.

(02) a velocidade de uma reação independe da superfície de contato.

(04) em geral, o aumento da temperatura leva a um aumento da velocidade das reações químicas.

(08) um catalisador tem como função diminuir a energia de ativação e, conseqüentemente, aumentar a velocidade da reação.

(16) as enzimas são proteínas que atuam como catalisadores biológicos.

(32) para que uma reação se processe rapidamente, é necessário que as moléculas de reagentes não colidam entre si.

(64) a concentração de apenas um reagente não influencia a velocidade de uma reação química.

 

8 – (UFPI) O trióxido de enxofre SO3, matéria-prima para fabricação do ácido sulfúrico H2SO4, é preparado através da oxidação de enxofre, em presença de catalisador, conforme a reação abaixo:

SO2(g) + ½ O2(g)   clip_image001  SO3(g)  

Considerando a reação simples e elementar, marque a opção correta:

a) a reação é de primeira ordem em relação ao SO2.

b) aumentando à temperatura, diminui a velocidade de formação do SO3.

c) a reação é de terceira ordem em relação aos reagentes.

d) aumentando a temperatura, diminui a energia cinética média das moléculas.

e) a velocidade de desaparecimento do SO2 é a metade da velocidade de desaparecimento do O2.

 

9 – (UFRS) O ácido oxálico, H2C2O4, reage com o íon permanganato (MnO4) formando CO2 e H2O conforme a equação abaixo.

 

2 MnO4(aq) + 5 H2C2O4(aq) + 6 H+(aq)    clip_image002   2 Mn2+(aq) + 10 CO2(g) + 8 H2O

 

Sabendo que a lei cinética da reação é v = k [MnO4] . [H2C2O4], são apresentadas as afirmações abaixo.

 

I. A ordem em relação a cada reagente é igual a 1 e a ordem global da reação é igual a 2.

II. A velocidade inicial da reação triplica quando a concentração inicial do íon permanganato é triplicada.

III. Quando a concentração inicial do ácido oxálico é duplicada, a velocidade da reação quadruplica.

IV. O íon permanganato sofre oxidação, sendo, por esta razão, o agente redutor, enquanto o ácido oxálico é o agente oxidante.

 

Estão corretas apenas as afirmativas


a) Apenas I e II.

b) Apenas I e III.

c) Apenas I, II e IV.

d) Apenas II, III e IV.

e) I, II, III e IV.


 

10 – (U. Caxias do Sul-RS) Considere a equação genérica representada por:

2A + B  clip_image003 1/2 C + D + 2E.

É correto afirmar que a velocidade de formação de:

a) E é igual à velocidade de desaparecimento de B.

b) D é igual à velocidade de desaparecimento de A.

c) C é igual à velocidade de desaparecimento de B.

d) C é igual à velocidade de desaparecimento de A.

e) D é igual à velocidade de desaparecimento de B.

 

11 – (UEMS) Considerando que a reação:

CH4(g) + 2O2(g) → CO2(g) + 2H2O(I) ocorra numa única etapa, pode-se afirmar que:

a) A soma das velocidades de consumo do CH4(g) e O2(g) é igual à velocidade de formação da água.

b) A velocidade de consumo do O2(g) é a metade da velocidade de formação do CO2(g).

c) A velocidade de consumo do CH4(g) é igual à velocidade de formação do CO2(g).

d) A velocidade da reação é dada por V = K[CH4(g)] [O2(g)].

e) A reação é de primeira ordem.

 

12 – (UESC-BA) No interior das células do organismo humano, existe uma substância denominada catalase, que atua como catalisador na decomposição da água oxigenada. Com base nessa equação e nos conhecimentos sobre cinética química, é correto afirmar:

 

a) A catalase é consumida durante a reação.

b) A catalase acelera a decomposição da água oxigenada, aumentando a energia de ativação da reação.

c) A catalase possibilita a diminuição de energia de ativação da etapa determinante da velocidade de reação.

d) O aumento da concentração de água oxigenada diminui a velocidade da reação.

e) O aumento da temperatura favorece a decomposição da água oxigenada.

 

13 – (UFV-MG) A formação do dióxido de carbono (CO2) pode ser representada pela equação:

C(s) + O2(g)   clip_image004  CO2(g)

 

Se a velocidade de formação do CO2 for de 4 mol/minuto, o consumo de oxigênio, em mol/minuto, será:


a) 8.

b) 16.

c) 2.

d) 12.

e) 4.


 

14 – (ITA-SP) Uma certa reação química é representada pela equação:

2 A(g) + 2 B(g)     clip_image005  C(g)

em que A, B e C significam as espécies químicas que são colocadas para reagir. Verificou-se experimentalmente numa certa temperatura que a velocidade desta reação quadruplica com a duplicação da concentração

da espécie A, mas não depende das concentrações das espécies B e C. Indique a opção que contém, respectivamente, a expressão correta da velocidade e o valor correto da ordem da reação:


a) v = k [A]2 [B]2 e 4.

b) v = k [A]2 [B]2 e 3.

c) v = k [A]2 [B]2 e 2.

d) v = k [A]2 e 4.

e) v = k [A]2 e 2.


 

15 – (Cesgranrio-RJ – Adaptada) Foram obtidos os seguintes dados experimentais para a reação          X + Y  clip_image006  Z   :

[x] (mol / L)

[y] (mol / L)

v (mol / L . s)

0,15

0,15

9

0,15

0,30

18

0,30

0,15

36

 

a)    Qual a expressão da lei de velocidade da reação?

b)    Qual o valor da constante de velocidade dessa reação?

Balanceamento … 2º anos–ETEC Júlio de Mesquita

Faça o balanceamento das equações abaixo pelo método das “tentativas” (método direto):

1.    Ag2O à Ag + O2

2.    Al + O2 à Al2O3

3.    Al(OH)3 +H4SiO4 à Al4(SiO4)3 + H2O

4.    BaCl2 + H2SO4 à HCl + BaSO4

5.    BaO + As2O5 à Ba3(AsO4)2

6.    C2H4 +O2 à CO2 + H2O

7.    C3H2 +O2 à CO2 + H2O

8.    Ca3(PO4)2 + SiO2 + C à CaSiO3 + CO + P4

9.    CaO + P2O5 à Ca3(PO4)2

10.CH4 +O2 à CO2 + H2O

11.Cr + O2 à Cr2O3

12.Cu + O2 à CuO

13.Cu(OH)2 + H4P2O7 à Cu2P2O7 + H2O

14.Fe + H2O à Fe3O4 +H2

15.Fe3O4 + CO à Fe + CO2

16.FeS2 +O2 à Fe2O3 + SO2

17.H2 +Cl2 à HCl

18.H3PO3 à H2O + P2O3

19.HCl + Na3AsO3 à NaCl + H3AsO3

20.HNO2 à H2O+ NO2 + NO

21.I2 + NaOH à NaI + NaIO3 + H2O

22.K2Cr2O7 + KOH à K2CrO4 +H2O

23.KClO2 à KCl + O2

24.KClO3 à KCl + O2

25.KClO4 à KCl + O2

26.KNO3 à KNO2 + O2

27.Mn3O4 + Al à Mn + Al2O3

28.N2O4 à NO2

29.N2O5 à NO2 + O2

30.NH3 + HCl à NH4Cl

Questões 1º ano – ETEC Júlio de Mesquita

Olá Pessoal segue em anexo a lista de exercícios como base para avaliação.

Prof. Flávio

Densidades, medidas matéria e energia – sem gabarito

Lista de Exercícios sobre funções inorgânicas

Olá alunos dos 2º anos da ETEC Julio de Mesquita, segue anexo links de apostila e lista de exercícios (basta clicar nos links abaixo e fazer download dos arquivos).

Prof. Flávio Gimenes

Lista exercícios – funções inorgânicas

Apostila Química – Funções e esteq.

Lista de Exercícios sobre gases com gabarito.

1º Ano

1. (FUNREI) Um gás é aquecido a volume constante. A pressão exercida pelo gás sobre as paredes do recipiente aumenta porque:

a) a distancia média entre as moléculas aumenta.

b) a massa específica das moléculas aumenta com a temperatura.

c) as moléculas passam a se chocar com maior freqüência com as paredes do recipiente.

d) a perda de energia cinética das moléculas nas colisões com a parede aumenta.

2. (UFMG) Um mergulhador, em um lago, solta uma bolha de ar de volume V a 5,0 m de profundidade. A bolha sobe até a superfície, onde a pressão é a pressão atmosférica. Considere que a temperatura da bolha permanece constante e que a pressão aumenta cerca de 1,0 atm a cada 10 m de profundidade. Nesse caso, o valor do volume da bolha na superfície é, aproximadamente,

a) 0,67 V

b) 1,5 V

c) 2,0 V

d) 0,50 V

3. (PUC MG). Uma das leis dos gases ideais é a Lei de Boyle, segundo a qual, mantida constante a temperatura, o produto da pressão de um gás pelo seu volume é invariável. Sobre essa relação, são corretas as afirmações abaixo, EXCETO:

a) À temperatura constante, se aumentarmos uma das grandezas (pressão ou volume) de um certo valor, a outra diminuirá do mesmo valor.

b) À temperatura constante, a pressão de um gás é inversamente proporcional ao seu volume.

c) O gráfico pressão x volume de um gás ideal corresponde a uma hipérbole.

d) À temperatura constante, a pressão de um gás é diretamente proporcional ao inverso do seu volume.

e) À temperatura constante, multiplicando-se a pressão do gás por 3, seu volume será reduzido a um terço do valor inicial.

4. (PUC) Um gás à pressão P1 e temperatura de 20º C é aquecido até 100º C em um recipiente fechado de um volume 20cm3. Qual será a pressão do gás a 100º C? Despreze a dilatação do recipiente.

a) P2 = P1

b) P2 = 2 P1

c) P2 = 1,27 P1

d) P2 = 5 P1

5. (UFMG) O volume de uma dada massa de gás será dobrado, à pressão atmosférica, se a temperatura do gás variar de 150ºC a:

a) 300º C

b) 423º C

c) 573º C

d) 600º C

e) 743ºC

6. Um recipiente contém 20 litros de oxigênio a 2atm de pressão e 227ºC. Qual será o valor da nova pressão, em atm, se esse gás for passado para um recipiente de 10 litros à mesma temperatura?

7. A matéria se apresenta em três estados físicos: sólido, líquido e gasoso. Em relação aos estados físicos da matéria, pode-se afirmar:

a) Os sólidos possuem forma indefinida.

b) O estado gasoso é o mais organizado.

c) As partículas que constituem um material sólido estão bem organizadas e interagem fortemente umas com as outras.

d) A força de atração entre as moléculas dos materiais no estado líquido é mais intensa que no estado sólido.

8. De acordo com a lei de Boyle, para aumentar a pressão de uma amostra gasosa numa transformação isotérmica, é necessário:

a) Aumentar o volume.

b) Diminuir a massa de gás.

c) Aumentar a temperatura.

d) Diminuir o volume.

9. A matéria se apresenta em três estados físicos: sólido, líquido e gasoso. Em relação aos estados físicos da matéria, pode-se afirmar:

a) Os sólidos possuem forma indefinida.

b) O estado gasoso é o mais organizado.

c) As partículas que constituem um material sólido estão bem organizadas e interagem fortemente umas com as outras.

d) A força de atração entre as moléculas dos materiais no estado líquido é mais intensa que no estado sólido.

10. Certa massa de um gás ocupa um volume de 21 L a 27 ºC numa dada pressão. Qual o volume, em L, a 127 ºC sabendo-se que a transformação é isobárica?

11. Tem-se inicialmente um recipiente fechado e indeformável, contendo H2 a 30 °C e 606 mmHg de pressão. Qual a pressão do H2, em mmHg, quando a temperatura se elevar para 77 ºC?

12. Uma determinada massa gasosa está confinada em um recipiente de volume igual a 6L, a uma pressão de 2,5 atm e sob temperatura de 27 ºC. Quando a pressão cair para 0,5 atm, e o volume diminuir para 5L, qual será o valor da nova temperatura em Kelvin?

13. Vinte litros de O2(g) foram medidos a 27 ºC e 70 mmHg de pressão. Qual será o novo volume do gás, em litros, a 87 ºC e 600 mmHg?

14. A que pressão, em atm, a que está submetido 19g de flúor (F2(g)) a 27 ºC em um recipiente de 1,64 L?

15. Determine o volume em litros de 0,2 mol de gás nitrogênio, mantido em um cilindro de êmbolo móvel, a 27 ºC e 2 atm.

16. 5g de um gás ocupam um volume de 8,2 L quando a temperatura é de 227 ºC e a pressão de 1 atm. Qual a massa molecular desse gás?

17. Uma bolha de ar forma-se no fundo de um lago, em que a pressão é de 2,2 atm. A essa pressão, a bolha tem volume de 3,6 cm3. Que volume, em cm3, terá essa bolha quando subir à superfície, na qual a pressão atmosférica é de 684 mm Hg, admitindo-se que a massa de gás contida no interior da bolha e a temperatura permanecem constantes?

18. A que temperatura em Kelvin se encontra 5 mols de um certo gás, em um recipiente de 20 L a 6230 mmHg de pressão?

19. Certo gás ocupa um volume de 100 litros a dada pressão e temperatura. Qual o volume, em litros, ocupado pela mesma massa gasosa quando a pressão do gás se reduzir a 3/4 da inicial e a temperatura absoluta se reduzir em 2/5 da inicial?

GABARITO

1- C

2- B

3- A

4- D

5- C

6- 4

7- C

8- D

9- C

10- 28

11- 700

12- 50

13- 2,8

14- 7,5

15- 2,46

16- 25

17- 8,8

18- 400

19- 8

Gabarito dos desafios de química para o 2º A–ETEC Júlio de Mesquita. 24/08/2012

1 – A reação entre o gás nitrogênio (N2)e o gás hidrogênio (H2), produz o gás amônia (NH-3). Em um recipiente fechado de 10L, a 800K, foram colocados 5 mol de N2 e 20 mol de H2. Considerando que o rendimento dessa reação nessas condições é de 40% e que não houve variação de temperatura, a relação entre a pressão final e inicial do sistema é .. ?

 

PV=nRT
situação inicial:
P = ???
V = 10 L
n = 5+20 = 25 mols
R = 0,082 atm L / K mol
T = 800K

P = nRT / V
P = 25 X 0,082 X 800 / 10
P = 164 atm então a pressão inicial é de 164 atm

analisando a reação

……………..N2 + 3 H2 –> 2 NH3
Início …….. 5 …….20 ……..—

Esperado de NH3:
se reagisse todo N2 produziria 10 mols de NH3
mas como o rendimento é de apenas 40% produz então 4 mols de NH3

……………..N2 + 3 H2 –> 2 NH3
Início …….. 5 …….20 ……..—
formou ……………….. ………4 …….. então …
reagiu ……. 2 ……. 6……………….. no final então teremos:
Final: …….. 3 …….14 ……..4

situação inicial tinha 25 mols agora apenas 21 mols
calculando a pressão nas mesmas condições de 21 mols:

P = nRT / V
P = 21 X 0,082 X 800 / 10
P = 137,76 atm então a pressão final é de 137,76 atm

R = Pfinal / Pinicial = 137,76 / 164 = 0,84

então dando a resposta:
a relação entre a pressão final e inicial do sistema é 0,84.

 

 

2)
Analisando as alternativas:

I. Falso. O aumento da temperatura diminui a densidade (d = PM/RT)
II. Verdadeiro.
III. Verdadeiro.
IV. Falso. Tanto a temperatura, quanto o volume aumentam (pV = nRT), portanto o produto pV aumenta.

::: Somente estão corretas as afirmações II e III.

Alternativa C

 

3) Em um recipiente fechado de volume constante, contendo 0,5 mol de CO2‚ e 0,2 mol de NO2‚, adiciona-se N2‚ até completar 0,3 mol. Identifique, dentre os gráficos a seguir, o que melhor representa o que acontece com as pressões total e parciais no interior do recipiente durante a adição do nitrogênio.

clip_image002[4]

Resposta: a

Realmente a resposta é (a).
As pressões parciais podem ser calculadas assim:
Pressão parcial = fração em mol x volume total
Pressão parcial do CO2 = 0,5 mol/1,0 x P = 0,5 P
Pressão paracial do NO2 = 0,2 mol / 1 mol = 0,2 P
Pressão parcial do N2 = 0,3 mol/1 mol = 0,3 `P
Pressão total = soma das pressões parcials.
A pressão do CO2 e NO2 não se alteram, porque não há alteração do volume.
A pressão do N2 começa de zero e vai até 0,3P, intermediária entre 0,2 e 0,5
e a pressão total aumenta.

 

4) Cianogênio, um gás tóxico, é composto de 46,2% de C e 53,8% de N, em massa. A 27°C e 750torr, a massa de 1,04g de cianogênio ocupa um volume de 0,496L.
(Massas molares em g/mol: C=12,0; N=14,0; PV=nRT; R=62L.torr.mol-1.K-1; 0,0°C=273K.)

a) CN.

b) CN2.

c) C2N.

d) C2N2.

e) C3N2.

 

é assim
massa do carbono -> mc
massa do ntrogenio -> mn
massa total -> mt

Temperatura -> T=300k
Pressão -> P=750 torr
Volume -> V=0,496l
Constante -> R=62 l torr/mol K
mt=1,04
mc=46,2mt/100
mn=53,8mt/100

mc=46,2×1,04/100
mc=48,048/100
mc=0,48048g

Clapeyron em mc
PV=nRT
n=m/(pm)
(pm=peso molecular)
750×0,496=mc x 62×300/PM
372(pm)=0,48048x62x300
(pm)=8936,928/372
(pm)=24,024
(pm)≈24 -> carbono

agora vamos ao nitrogenio
achamos a massa primeiro

mn=53,8×1,04/100
mn=0,55952

e Clayperon nele

PV=nRT
750×0,496=0,55952x62x300/(pm)
372(pm)=10407,072
(pm)=10407,072/372
(pm)=27,976
(pm)≈28 -> nitrogênio

agora que temos as respectivas massas molares dos dois, é só ver quantos átomos de cada um cabem nessa massa, assim:

O peso molecular de um átomo de carbono é 12
Se o peso molecular é 24, temos então 2 átomos de carbono, e por isso, C2
O peso de um átomo de nitrogenio é 14
Se o peso molecular é 28, temos então 2 átomos de nitrogênio, e por isso, N2

Assim, a fórmula molecular é C2N2

Concentração de Soluções–2ºD e 2ºI–ETEC Júlio de Mesquita

01. (Fuvest) A concentração de íons fluoreto em uma água de uso doméstico é de 5,0×10­5 mol/litro. Se uma pessoa tomar 3,0 litros dessa água por dia, ao fim de um dia, a massa de fluoreto, em miligramas, que essa pessoa ingeriu é igual a:

Dado: massa molar de fluoreto: 19,0 g/mol

a) 0,9

b) 1,3

c) 2,8

d) 5,7

e) 15

02. (Unicamp) Sabendo-se que em 100 mililitros (mL) de leite integral há cerca de 120 miligramas (mg) de cálcio. Calcule a concentração de cálcio no leite em mol por litro (mol/L).

Dado: massa molar do cálcio: 40g.mol-1

03. (Unesp) O limite máximo de concentração de íon Hg2+ admitido para seres humanos é de 6 miligramas por litro de sangue. O limite máximo, expresso em mols de Hg2+ por litro de sangue, é igual a

(Massa molar de Hg=200g/mol):

a) 3×10­5.

b) 6×10­3.

c) 3×10­2.

d) 6.

e) 200.

04. (Ita) Considere as seguintes soluções:

I. 10g de NaCl em 100g de água.

II. 10g de NaCl em 100ml de água.

III. 20g de NaCl em 180g de água.

IV. 10 mols de NaCl em 90 mols de água.

Destas soluções, tem concentração 10% em massa de cloreto de sódio:

a) Apenas I

b) Apenas III

c) Apenas IV

d) Apenas I e II

e) Apenas III e IV.

05. (Unitau) A razão entre o número de mols do soluto e a massa do solvente é chamada de:

a) molaridade.

b) molalidade.

c) título percentual.

d) molaridade ou molalidade, dependendo do soluto usado.

e) fração molar.

06. (Unitau) Para matar baratas, precisamos fazer uma solução aquosa a 30% de ácido bórico (d=1,30g/cm3), com concentração molar de (Dados: H=1, B=10,8, O=16)

a) 6,5 M.

b) 6,0 M.

c) 5,5 M.

d) 5,0 M.

e) 4,5 M.

07. (Unicamp) O “soro caseiro” recomendado para evitar a desidratação infantil consiste em uma solução aquosa de cloreto de sódio (3,5g/L) e de sacarose (11,0g/L).

Qual é a concentração, em mol/L, do cloreto de sódio nesta solução?

Dados: Massas atômicas relativas Na=23,0 e Cl=35,5

08. (Fatec) Soro fisiológico é uma solução aquosa de cloreto de sódio a 0,9% em massa. A massa de NaCl em gramas necessária para preparar 2 litros de soro fisiológico é

Dado: massa específica H2O = 1g/mL

a) 0,9.

b) 1,8.

c) 9.

d) 90.

e) 18.

09. (Ita) Considere uma solução aquosa com 10,0%(m/m) de ácido sulfúrico, cuja massa específica a 20°C, é 1,07g/cm3. Existem muitas maneiras de exprimir a concentração de ácido sulfúrico nesta solução. Em relação a essas diferentes maneiras de expressar a concentração do ácido, qual das alternativas a seguir está ERRADA?

Dado: massa molar do H2SO4 = 98g.mol-1.

a) (0,100.1,07.103)g de H2SO4 / litro de solução.

b) [(0,100.1,07.103) / 98] molar em H2SO4.

c) [(0,100.1,07.103) / (0,90.98)] molal em H2SO4.

d) [(2.0,100.1,07.103) / 98] normal em H2SO4.

e) {(0,100/98) / [(0,100/98) + (0,90/18,0)]} mol de H2SO4/mol total.

10. (Uel) Em 200g de solução alcoólica de fenolftaleína contendo 8,0% em massa de soluto, quantos mols de álcool há na solução?

Dado: massa molar do etanol = 46g/mol

a) 8,0

b) 4,0

c) 3,0

d) 2,5

e) 2,0

11. (Uel) Uma solução aquosa de hidróxido de sódio tem densidade igual a 1,25g/mL e 40% em massa de soluto. A massa, em gramas, de 100 mililitros de solução é

a) 4,00

b) 40,0

c) 125

d) 250

e) 375

12. (Mackenzie) Preparou-se uma solução 0,2mol/litro, dissolvendo-se 16,56g de X (ClO3)2 em água suficiente para que fossem obtidos 400ml de solução. O cátion X é o:

Dadas as massas molares (g/mol): Be = 9; Mg = 24; Ca = 40; Sr = 88; Ba = 137; Cl = 35,5 ; O = 16

a) Be.

b) Mg.

c) Ca.

d) Sr.

e) Ba.

13. (Fei) O grande volume de esgotos clandestinos lançados nos mananciais da grande São Paulo é uma das causas da proliferação de algas microscópicas nocivas. Essas algas comprometem a qualidade da água. Concentrações de CO2 acima do limite de 2,5×10­3mol/L aceleram o crescimento de alguns tipos de algas. Numa represa com 5000 litros, assinale a alternativa correspondente à massa limite (em kg) de CO2 citada anteriormente:

Dados: C = 12,0 u, O = 16,0 u.

a) 0,55

b) 1,10

c) 2,20

d) 4,40

e) 5,50

14. (Cesgranrio) Assinale a alternativa que indica a molaridade de uma solução de H2SO4 0,5N:

a) 0,25 M

b) 0,5 M

c) 1 M

d) 2 M

e) 3 M

15. (Uel) A solubilidade da sacarose em água a 20°C é aproximadamente 2,0kg/kg de água. Expressando-se em porcentagem (em massa), qual é a concentração de uma solução saturada de sacarose nessa temperatura?

a) 2,0 %

b) 67 %

c) 76 %

d) 134 %

e) 200 %

16. (Cesgranrio) Analise a seguir a curva da densidade absoluta de soluções aquosas de NaOH a diferentes concentrações.

clip_image003

Sabendo-se que a densidade absoluta de uma solução aquosa de hidróxido de sódio é igual a 1,12g/mL, está correto afirmar que, em 200g dessa solução, há, no máximo, a seguinte massa, em gramas, de NaOH:

a) 10

b) 15

c) 20

d) 25

e) 30

17. (Pucmg) Uma solução de ácido bórico (H3BO3) apresenta uma concentração igual a 12,4% p/V. A concentração em mol/L dessa solução é igual a:

a) 0,20

b) 0,40

c) 0,50

d) 2,00

e) 4,00

18. (Uff) Tem-se uma solução preparada pela dissolução de 16,7g de naftaleno em 200mL de benzeno líquido, a 20°C. A densidade do benzeno à temperatura dada é 0,87g.mL­1.

Determine:

a) a fração molar do benzeno e do naftaleno na solução

b) a percentagem molar do benzeno e do naftaleno na solução.

Dados: Massas molares (g/mol): C = 12,0; H = 1,0

19. (Mackenzie) Por seu papel nos batimentos cardíacos, na contração muscular etc, o potássio é imprescindível ao funcionamento do nosso organismo. Além da banana “nanica”, uma fonte de potássio é a uva passa.

100g de uva passa são processados adequadamente até se obterem 280ml de solução que contêm 0,975mg de um sal de potássio, K2A, 100% dissociado. A molaridade dos íons potássio, em mols por litro, é:

Dado: massa molar K2A = 174g/mol

a) 2 . 10­3 mol/litro

b) 2 . 10­5 mol/litro

c) 6 . 10­1 mol/litro

d) 4 . 10­5 mol/litro

e) 6 . 10­5 mol/litro

20. (Puccamp) Para produzir 1,0 tonelada de açúcar refinado (sacarose) da beterraba, são necessárias 8,0 toneladas de beterrabas açucareiras que, para o plantio, requerem uma área de 1,8×103m2. Sendo assim, o preparo de 100 litros de solução aquosa 1mol/L do açúcar, requer uma área de plantio próxima de

Dado: Massa molar da sacarose = 3,4×102 g/mol

a) 10 m2

b) 20 m2

c) 40 m2

d) 50 m2

e) 60 m2

21. (Uff) Dissolveu-se 4,6g de NaCl em 500g de água “pura”, fervida e isenta de bactérias. A solução resultante foi usada como soro fisiológico na assepsia de lentes de contato.

Assinale a opção que indica o valor aproximado da percentagem, em peso, de NaCl existente nesta solução.

a) 0,16%

b) 0,32%

c) 0,46%

d) 0,91%

e) 2,30%

22. (UERJ) Algumas soluções aquosas vendidas no comércio com nomes especiais são mostradas a seguir:

clip_image005

Considerando que a densidade das soluções é de 1,0g/mL e que as soluções são formadas exclusivamente pelo soluto predominante e pela água, o produto que apresenta a maior concentração em quantidade de matéria, mol . L­1, é:

a) soro

b) vinagre

c) água sanitária

d) água oxigenada

23. (UERJ) Um fertilizante de larga utilização é o nitrato de amônio, de fórmula NH4NO3.

Para uma determinada cultura, o fabricante recomenda a aplicação de 1L de solução de nitrato de amônio de concentração 0,5 mol.L­1 por m2 de plantação.

A figura a seguir indica as dimensões do terreno que o agricultor utilizará para o plantio.

clip_image007

A massa de nitrato de amônio, em quilogramas, que o agricultor deverá empregar para fertilizar sua cultura, de acordo com a recomendação do fabricante, é igual a:

a) 120

b) 150

c) 180

d) 200

24. (Unesp) O etanotiol (CH3CH2 – SH) é uma substância tóxica e tem um odor tão forte que uma pessoa pode detectar 0,016mol disperso em 5,0×1010gramas de ar.

Sabendo-se que a densidade do ar é 1,25g/L e supondo distribuição uniforme do etanotiol no ar, a quantidade limite, em mol/L, que uma pessoa pode detectar é:

a) 1,6 × 10­2.

b) 2,0 × 10­11.

c) 2,5 × 10­11.

d) 4,0 × 10­13.

e) 1,0 × 10­23.

25. (Pucmg) As soluções químicas são amplamente utilizadas tanto em nosso cotidiano como em laboratórios. Uma delas, solução aquosa de sulfato de cobre, CuSO4, a 5% p/v, é utilizada no controle fitossanitário das plantas atacadas por determinados fungos. A massa necessária de sulfato de cobre, em gramas, para prepararmos 5 litros dessa solução, a 5% p/v, é:

(Dado: Massas atômicas: O = 16, S = 32, Cu = 63,5)

a) 2,5

b) 2,5 × 101

c) 2,5 × 102

d) 2,5 × 103

26. (UFPR) Considere as informações a seguir sobre a composição de algumas espécies químicas presentes na água do mar.

clip_image009

Constante de Avogadro: 6,0×1023

Massa molar: O = 16,0 g

Com base nas informações, é correto afirmar:

(001) A espécie química de menor massa por quilograma de água do mar é o íon Br­(aq).

(002) De um quilograma de água do mar pode ser extraído no máximo 0,010 mol de sulfato de cálcio.

(004) A evaporação de 1000 g de água do mar produz um resíduo sólido que contém 0,535 mol de cloreto de sódio.

(008) O único sal presente na água do mar é o cloreto de sódio.

(016) 100 g de água do mar contêm 6,0×1020 íons K+.

Soma ( )

27. (UFMS) A concentração de uma solução pode ser expressa de várias maneiras, com o objetivo de se quantificar o soluto. A respeito das expressões de concentração, é correto afirmar que:

(001) a concentração em ppm (partes por milhão) indica quantas partes do soluto existem em um milhão de partes da solução (em volume ou em massa).

(002) a concentração em massa (C) de uma solução é igual ao produto de seu título em massa (t) pela respectiva densidade (d), em g/L.

(004) a molalidade (ω) é a relação entre a quantidade de matéria do soluto (n1) e o volume da solução em litros (V).

(008) a concentração em quantidade de matéria (m) indica a quantidade de matéria de soluto (n1) que se encontra dissolvida numa massa de um quilograma de solvente (m2).

(016) a fração em quantidade de matéria do soluto (X1) em uma solução é a relação entre a quantidade de matéria do soluto (n1) e a quantidade de matéria da solução (n).

28. (UFMS) O sulfato de alumínio, Al2(SO4)3, é um bactericida usado na limpeza de piscinas. Suponha que a densidade aproximada de uma solução aquosa 1×10-3% em massa desse sal, contida numa piscina totalmente cheia, com as dimensões de 25m de comprimento, 2m de profundidade e 12m de largura, seja 1g.mL-1, a partir desses dados, encontre a concentração em quantidade de matéria do referido sal e expresse o resultado em 10-5mol.L-1, com apenas um algarismo significativo, considerando as massas atômicas: Al=27,0; S=32,0 e O=16,0.

29. (Unicamp) A Química está presente em toda atividade humana, mesmo quando não damos a devida atenção a isso… Esta história narra um episódio no qual está envolvido um casal de policiais técnicos, nossos heróis, famosos pela sagacidade, o casal Mitta: Dina Mitta, mais conhecida como “Estrondosa” e Omar Mitta, vulgo “Rango”. A narrativa que se segue é ficção. Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência.

Enquanto estudavam a ficha cadastral do vigia, Estrondosa e Rango resolveram tomar um refrigerante. Numa tina com água e gelo havia garrafinhas plásticas de um mesmo refrigerante “diet” e comum. O refrigerante comum contém sacarose. O “diet” é adoçado com substâncias que podem ser até 500 vezes mais doces do que a sacarose. Sem se preocupar com os rótulos, que haviam se soltado, Rango pegou duas garrafas que estavam bem à tona, desprezando as que estavam mais afundadas na água. Considere que um refrigerante é constituído, essencialmente, de água e de um adoçante, que pode ser sacarose ou outra substância, já que, para um mesmo refrigerante, todos os outros constituintes são mantidos constantes. A figura mostra os dados relativos à massa de refrigerante em função do seu volume. Sabe-se, também, que em 100mL de refrigerante comum há 13g de sacarose.

clip_image011

a) Qual das curvas, A ou B, corresponde ao tipo de refrigerante escolhido por Rango? Justifique.

b) Calcule a porcentagem em massa de sacarose no refrigerante comum. Explicite como obteve o resultado.

30. (UERJ) Numa certa região oceânica, os níveis de mercúrio na água e nos peixes são, respectivamente, de 0,05 e 200 ppb. Sabe-se que 1 ppb corresponde a 1 mg por tonelada.

Comparando-se pesos iguais de peixes e de água, o fator que expressa a relação entre as massas de mercúrio nos peixes e na água, é:

a) 4,0 × 103

b) 2,5 × 10-4

c) 2,5 × 103

d) 4,0 × 10-4

31. (Pucmg) A concentração de ácido acético (CH3COOH) no vinagre é, em média, 6% p/v. Assim sendo, a concentração em mol/L desse ácido, no vinagre, é aproximadamente de:

a) 1,0

b) 0,1

c) 2,0

d) 0,2

32. (UFRS) Numa determinada área urbana, a concentração média do agente poluente SO3 no ar atmosférico atingiu o valor de 3,2 x 10­4 g.m­3. Essa concentração, expressa em mol.L­1 e em moléculas.m­3, corresponde, respectivamente, aos valores

(Dado: Número de Avogadro = 6 x 1023 mol-1; Massas atômicas: O = 16, S = 32)

a) 5,0 x 10­6 e 3,0 x 1018.

b) 3,2 x 10­7 e 6,0 x 1020.

c) 5,0 x 10­9 e 2,7 x 1025.

d) 5,0 x 10­3 e 3,0 x 1021.

e) 5,0 x 10­9 e 3,0 x 1018.

33. (UERJ) O íon Ca++ livre no citosol das fibras musculares esqueléticas tem importante papel no desencadeamento da contração muscular. Observe, no gráfico a seguir, o resultado de um experimento no qual dois dos quatro pontos indicados, P1, P2, P3 e P4, representam os comprimentos da fibra e as concentrações de Ca++ no citosol, no estado de repouso e sob contração.

clip_image013

A alternativa que indica a seqüência da passagem do estado de repouso para o de contração da fibra é:

a) P1 → P4

b) P2 → P3

c) P3 → P2

d) P4 → P1

34. (UERJ) O organoclorado conhecido como DDT, mesmo não sendo mais usado como inseticida, ainda pode ser encontrado na natureza, em conseqüência de sua grande estabilidade. Ele se acumula em seres vivos pelo processo denominado de biomagnificação ou magnificação trófica.

Foram medidas, em partes por milhão, as concentrações desse composto obtidas em tecidos de indivíduos de três espécies de um mesmo ecossistema, mas pertencentes a diferentes níveis tróficos, com resultados iguais a 15,0 , 1,0 e 0,01.

As concentrações de DDT nos tecidos dos indivíduos da espécie situada mais próxima da base da cadeia alimentar e da situada mais próxima do topo dessa cadeia, em gramas de DDT por 100 gramas de tecido, foram, respectivamente, iguais a:

a) 1,0 × 10­3 e 1,0 × 10­5

b) 1,5 × 10­4 e 1,0 × 10­4

c) 1,0 × 10­4 e 1,5 × 10­4

d) 1,0 × 10­6 e 1,5 × 10­3

35. (UFF) A osteoporose é uma doença que leva ao enfraquecimento dos ossos. É assintomática, lenta e progressiva. Seu caráter silencioso faz com que, usualmente, não seja diagnosticada até que ocorram fraturas, principalmente nos ossos do punho, quadril e coluna vertebral. As mulheres são mais freqüentemente atingidas, uma vez que as alterações hormonais da menopausa aceleram o processo de enfraquecimento dos ossos. A doença pode ser prevenida e tratada com alimentação rica em cálcio.

Suponha que o limite máximo de ingestão diária aceitável (IDA) de cálcio para um adolescente seja de 1,2 mg/kg de peso corporal.

Pode-se afirmar que o volume de leite contendo cálcio na concentração de 0,6 gL­1 que uma pessoa de 60 kg pode ingerir para que o IDA máximo seja alcançado é:

a) 0,05 L

b) 0,12 L

c) 0,15 L

d) 0,25 L

e) 0,30 L

36. (UFMS) O ácido oxálico, H2C2O4, apresenta-se na forma de sal de potássio ou de cálcio em plantas como ruibarbo e espinafre. Qual a concentração, em mmol.L-1, de uma solução aquosa de ácido oxálico 0,585mol.kg-1, cuja densidade é 1,022g.mL-1 ? Para efeito de resposta, faça o arredondamento final da quantidade de matéria de ácido oxálico de (0,5 a 0,9) mmol para 1mmol. Considere as seguintes massas atômicas: C=12, O=16 e H=1.

37. (Ita) O volume, em litros, de uma solução 0,30 molar de sulfato de alumínio que contém 3,0mols de cátion alumínio é:

a) 2,5

b) 3,3

c) 5,0

d) 9,0

e) 10

38. (Ita) Um litro de uma solução aquosa contém 0,30mol de íons Na+, 0,28mol de íons Cl­, 0,10mol de íons SO4 e x mols de íons Fe3+. A concentração de íons Fe3+ (em mol/L) presentes nesta solução é

a) 0,03

b) 0,06

c) 0,08

d) 0,18

e) 0,26

GABARITO

01. C

02. 0,03 mol/L

03. A

04. B

05. B

06. A

07. 0,06 mol/L

08. E

09. C

10. B

11. C

12. C

13. A

14. A

15. B

16. C

17. D

18.

a) Xbenzeno = 0,94

Xnaftaleno = 0,06

b) Pbenzeno = 94,00%

Pnaftaleno = 6,00%

19. D

20. E

21. D

22. D

23. A

24. D

25. C

26. ∑ = 018

27. ∑ = 019

28. ∑ = 003

29.

a) O tipo de refrigerante escolhido por Rango continha solução com menor densidade:

– Curva A

d = m/v = 1g/mL

– Curva B

d = m/v ¸ 1,05 g/mL

Portanto a curva A corresponde ao tipo de refrigerante escolhido.

b) – Cálculo da massa total da solução:

1 mL ___________ 1,05 g

1000 mL ________ massa total

massa total da solução = 1050 g.

30. A

31. A

32. E

33. D

34. D

35. B

36. ∑ = 586

37. C

38. B

Lista de exercícios para o 2ºI – ETEC

 

Faça o balanceamento das equações abaixo pelo método das “tentativas” (método direto):

 

1.    Ag2O à Ag + O2

2.    Al + O2 à Al2O3

3.    Al(OH)3 + H4SiO4 à Al4(SiO4)3 + H2O

4.    BaCl2 + H2SO4 à HCl + BaSO4

5.    BaO + As2O5 à Ba3(AsO4)2

6.    C2H4 + O2 à CO2 + H2O

7.    C3H2 + O2 à CO2 + H2O

8.    Ca3(PO4)2 + SiO2 + C à CaSiO3 + CO + P4

9.    CaO + P2O5 à Ca3(PO4)2

10. CH4 + O2 à CO2 + H2O

11. Cr + O2 à Cr2O3

12. Cu + O2 à CuO

13. Cu(OH)2 + H4P2O7 à Cu2P2O7 + H2O

14. Fe + H2O à Fe3O4 + H2

15. Fe3O4 + CO à Fe + CO2

16. FeS2 + O2 à Fe2O3 + SO2

17. H2 + Cl2 à HCl

18. H3PO3 à H2O + P2O3

19. HCl + Na3AsO3 à NaCl + H3AsO3

20. HNO2 à H2O + NO2 + NO

21. I2 + NaOH à NaI + NaIO3 + H2O

22. K2Cr2O7 + KOH à K2CrO4 + H2O

23. KClO2 à KCl + O2

24. KClO3 à KCl + O2

25. KClO4 à KCl + O2

26. KNO3 à KNO2 + O2

27. Mn3O4 + Al à Mn + Al2O3

28. N2O4 à NO2

29. N2O5 à NO2 + O2

30. NH3 + HCl à NH4Cl

 

NÚMERO DE OXIDAÇÃO (Nox)
É o número que mede a carga real (em compostos iônicos) ou aparente (em compostos covalentes) de uma espécie química.
Exemplos:

No “NaClo átomo de sódio cedeu 1 elétron para o átomo de cloro. Então:
. O sódio origina o íon sódio (Na1+).
e
. O cloro origina o íon cloreto ( Cl –1).
A carga do íon sódio é o número de oxidação do sódio neste composto.
Nox = + 1
A carga do íon cloreto é o número de oxidação do cloro neste composto.
Nox = – 1
Em compostos covalentes o número de oxidação negativo é atribuído ao elemento mais eletronegativo e o número de oxidação positivo ao elemento menos eletronegativo.
Exemplo:
H – Cl
O cloro é mais eletronegativo que o hidrogênio, então:
O cloro atrai para si um elétron, então o seu Nox será – 1, e o hidrogênio tem o seu elétron afastado, então o seu Nox será + 1.
Podemos associar os conceitos de oxidação e redução ao de número de oxidação.
Oxidação é a perda de elétrons ou o aumento do número de oxidação (Nox).
Redução é o ganho de elétrons ou a diminuição do número de oxidação (Nox).
A espécie química que provoca a redução de um elemento chama-se agente redutor e, a espécie química que provoca a oxidação de um elemento chama-se agente oxidante.

REGRAS PRÁTICAS PARA DETERMINAR O Nox

1ª regra:
Todo elemento em uma substância simples tem Nox igual a zero.
Exemplos:
O2: Nox de cada átomo de oxigênio é zero.
N2: Nox de cada átomo de nitrogênio é zero.
Ag: Nox do átomo de prata é zero.

2ª regra:
O Nox de alguns elementos em substâncias compostas é constante.
O hidrogênio tem Nox igual a + 1.
Os metais alcalinos têm Nox igual a + 1.
Os metais alcalinos terrosos têm Nox igual a + 2.
O oxigênio tem Nox igual a – 2.
Os halogênios em halogenetos têm Nox igual –1.
A prata (Ag) tem Nox igual a + 1.
O zinco (Zn) tem Nox igual a + 2.
O alumínio (Al) tem Nox igual a + 3.
O enxofre (S) em sulfetos tem Nox igual a – 2.
Exemplos:
NaCl

·         O sódio tem Nox = + 1

·         O cloro tem Nox = – 1

Ca(OH)2
. O cálcio tem Nox = + 2.
. O hidrogênio tem Nox = +1.
. O oxigênio tem Nox = – 2.
H2S
. O hidrogênio tem Nox = + 1.
. O enxofre tem Nox = – 2.

Casos particulares importantes

Nos hidretos metálicos o “hidrogênio” possui Nox igual a – 1.
Nos peróxidos o “oxigênio” possui Nox igual a – 1.
Exemplos:
H2O2
Este composto é um peróxido
. O hidrogênio tem Nox = +1.
. O oxigênio tem Nox = – 1.
NaH
Este composto é um hidreto metálico
. O sódio tem Nox = +1.
. O hidrogênio tem Nox = – 1.

3ª regra:
A soma algébrica dos Nox de todos os átomos em uma espécie química neutra é igual a zero.
Exemplo:
NaOH
. O Nox do sódio é + 1.
. O Nox do oxigênio é – 2.
. O Nox do hidrogênio é + 1.

Calculando a soma algébrica, teremos:
(+ 1) + ( – 2) + ( + 1) = 0

Esta regra possibilita a cálculo do Nox de um elemento químico que não possui Nox constante.
Exemplo:
CO2
. O Nox do carbono é desconhecido ( x ).
. O Nox de cada átomo de oxigênio é – 2.
Então:
x + 2 . ( – 2 ) = 0
x – 4 = 0
x = + 4
Portanto o Nox do átomo de carbono neste composto é igual a + 4.

4ª regra:
A soma algébrica dos Nox de todos os átomos em um íon é igual à carga do íon.
Exemplo:
NH4+1

. O átomo de nitrogênio não tem Nox constante ( x ).
. Cada átomo de hidrogênio possui Nox igual a + 1.
. O íon tem carga + 1.
Calculando a soma algébrica, teremos:
x + 4 . ( + 1 ) = + 1
x + 4 = 1
x = 1 – 4
x = – 3

Então o Nox do átomo de nitrogênio é igual a – 3.

Resumo Geral tabelado:

clip_image002[4]

 

 

Noção sobre reação de oxirredução:

clip_image003[4]

Exercícios:

1. (MACKENZIE-SP) sabendo que o cloro pertence à família dos halogênios, a substância na qual o cloro apresenta número de oxidação máximo é:

a) Cl2O5.

b) HCl.

c) Cl2O.

d) HClO4.

e) Cl2.

2. Considere os compostos de fórmulas:

NaNO2; H2PO3; Ba2As2O7

Os Nox dos elementos que pertencem ao grupo 15, presentes nesses compostos, são, respectivamente:

a) + 1 + 1 e + 2.

b) + 2, – 4 e – 5.

c) + 3, – 2 e – 5.

d) + 3 + 1 e + 3.

e) + 3 + 4 e + 5.

3. Os números de oxidação do enxofre nas espécies SO2 e SO42- são, respectivamente:

a) zero e + 4.

b) + 1 e – 4.

c) + 2 e + 8.

d) + 4 e + 6.

e) – 4 e – 8.

4. Descobertas recentes da medicina indicam a eficiência do óxido nítrico, NO, no tratamento de determinado tipo de pneumonia. Sendo facilmente oxidado a NO2, quando preparado em laboratório, o ácido nítrico deve ser recolhido em meio que não contenha oxigênio. Os Nox do nitrogênio no NO e NO2 são, respectivamente:

a) + 3 e + 6.

b) + 2 e + 4.

c) + 2 e + 2.

d) zero e + 4.

e) zero e + 2.

5. Assinale a alternativa cuja equação química não representa uma reação de oxi-redução:

a) N2 + H2 2NH3.

b) Cl2 + NaI NaCl + I2.

c) Fe + HCl FeCl2 + H2.

d) C2H6O + O2 CO2 + H2O.

e) Na2O + HCl NaCl + H2O.

6. Na equação representativa de uma reação de oxi-redução:

Ni + Cu 2+ Ni2+ + Cu

a) O íon Cu2+ é o oxidante porque ele é oxidado.

b) O íon Cu2+ é o redutor porque ele é reduzido.

c) O Ni é redutor porque ele é oxidado.

d) O Ni é o oxidante porque ele é oxidado.

e) O Ni é o oxidante e o íon Cu2+ é o redutor.

7. Na reação de oxi-redução H2S + I2 S + 2HI, as variações dos números de oxidação do enxofre e do iodo são, respectivamente:

a) +2 para zero e zero para +1.

b) zero para +2 e +1 para zero.

c) zero para -2 e -1 para zero.

d) zero para -1 e -1 para zero.

e) –2 para zero e zero para -1.

8. Para uma reação de óxido-redução:

a) o agente redutor sofre redução.

b) a substância que perde o elétron é o agente redutor.

c) o número de oxidação do agente oxidante aumenta.

d) o número de oxidação do agente redutor diminui.

e) a substância que perde elétron é o agente oxidante.

9. O elemento X reage com o elemento Z, conforme o processo:

Z3– + X Z1– + X2–

Nesse processo:

a) Z ganha elétrons de X.

b) X ganha elétrons de Z.

c) X e Z cedem elétrons.

d) X e Z perdem elétrons.

e) X e Z cedem e ganham elétrons, respectivamente.

10. Tratando-se o fósforo branco (P4) com solução aquosa de ácido nítrico (HNO3) obtêm-se ácido fosfórico e monóxido de nitrogênio, segundo a equação química equilibrada.

3 P4 + 20 HNO3 + 8 H2O 12 H3PO4 + 20 NO

Os agentes oxidante e redutor dessa reação são, respectivamente:

a) P4 e HNO3.

b) P4 e H2O.

c) HNO3 e P4.

d) H2O e HNO3.

e) H2O e P4.

11. O ferro galvanizado apresenta-se revestido por uma camada de zinco. Se um objeto desse material for riscado, o ferro ficará exposto às condições do meio ambiente e poderá formar o hidróxido ferroso. Nesse caso, o zinco, por ser mais reativo, regenera o ferro, conforme a reação representada abaixo:

Fe(OH)2 + Zn Zn(OH)2 + Fe

Sobre essa reação pode-se afirmar:

a) O ferro sofre oxidação, pois perderá elétrons.

b) O zinco sofre oxidação, pois perderá elétrons.

c) O ferro sofre redução, pois perderá elétrons.

d) O zinco sofre redução, pois ganhará elétrons.

e) O ferro sofre oxidação, pois ganhará elétrons.

12. Na reação representada pela equação abaixo, concluímos que todas as afirmações estão corretas, exceto:

2 Na + 2 H2O 2 NaOH + H2

a) O sódio é o agente redutor.

b) O íon hidroxila é reduzido.

c) O sódio é oxidado.

d) A água é o agente oxidante.

e) O hidrogênio é reduzido.

13. Em uma reação de oxi-redução, o agente oxidante:

a) perde elétrons.

b) sofre oxidação.

c) aumenta sua carga positiva.

d) sofre redução.

e) passa a ter carga nula.

14. O processo em que um átomo cede elétron a outro é denominado transformação de oxidoredução, que pode ser identificada na situação seguinte:

a) Envelhecimento do ouro.

b) Formação de ferrugem.

c) Conservação de alimentos.

d) Dissolução de comprimidos efervescentes.

e) Reação de neutralização entre um ácido e uma base de Arrhenius.

 

%d blogueiros gostam disto: