Arquivo da categoria: Fotos

Imagem do nosso sistema

É claro que sem escala …

tumblr_ncsip4tGX01rsxqqio1_500

Anúncios

Acidente de Goiânia 1987 e a controvérsia da radioatividade.

9 laboratórios que criaram o mundo moderno

 

Claro, o laboratório do Frankenstein era bacana, mas esses aqui, meus amigos… O Object nos traz o covil das maiores mentes da ciência, locais que trouxeram ao mundo coisas como eletricidade, a televisão, a internet e o LSD!

Laboratório de Albert Hoffmann, criador do LSD

O Suíça não inventou o relógio de cuco (coisa dos alemães), mas eles inventaram o ácido. Foi no laboratório Sandoz que o LSD foi sintetizado.

O sótão de James Watt

James Watt é provavelmente o inventor mais importante da Revolução Industrial. Ele foi relegado a trabalhar nesse sótão em sua casa, em Birmingham, na Inglaterra, por obrigação de sua mulher. Os bustos da imagem são o resultado de um aparelho que ele criou para copiar esculturas.

Laboratório de Marconi

Uma reconstrução do laboratório de Marconi em 1895, onde ele enviou o primeiro sinal sem fio

Laboratório de Marie Curie no Quartier Latin, em Paris

Austero e com poucos elementos.

Laboratório de John Ambrose Flemming, criador do rádio de tubo

Ironicamente, um monte de equipamentos movidos a vapor no laboratório de um dos pais da eletricidade.

Laboratório de Nikola Tesla, no Colorado

Apesar de a imagem sugerir que Tesla está numa boa lendo um livro enquanto faíscas enormes voam por perto, trata-se de uma montagem. Uma foto com dupla exposição foi feita, uma com Tesla sentado e outra com as faíscas pululando.

Laboratório de Thomas Edison

Escritório de Tim Berners Lee

A sala, localizada no CERN, onde Tim Berners Lee escreveu a proposta original da world wide web.

John Logie Baird, inventor da TV, em seu laboratório

Uma mesa absurdamente bagunçada. Bem diferente das salas de TV do mundo pós-tubo.

As melhores imagens microscópicas do ano mais uma vez desafiam nossa percepção.

 

Esta não é uma foto do Grand Canyon, e nem de nenhum outro na Terra. Mas ele está em nosso planeta: é o ganhador do concurso de imagem microscópica eletrônica feito pela empresa americana FEI Company.

Esta é uma captura de uma fissura em um pedaço de metal, depois que um teste de flexão do metal falhou. Imagens tiradas com microscópios eletrônicos – como o Nova NanoLab DualBeam usado nesta foto – são em preto e branco. As imagens podem então ser coloridas, geralmente para destacar detalhes úteis para pesquisadores, ou só pela diversão mesmo. A imagem da fissura foi colorida por Martina Dienstlede, do Instituto de Microscopia Eletrônica na Universidade Tecnológica de Graz (Áustria).

 

Em segundo lugar: a rede capilar de um alvéolo mostrando os glóbulos vermelhos dentro dos vasos sanguíneos. Em terceiro lugar: a parte frontal de um ácaro.

Assim como a maioria das imagens de microscópio eletrônico, estes vencedores são lindos e desafiam nossa percepção. Veja a galeria a seguir para mais exemplos incríveis, e visite a galeria do concurso no Flickr para ainda mais imagens e descrições. [FEI Company]

zno_nanoparticles_obtained_by_hydrothermal_synthesis_using_microwave_heating
these_structures_are_defective_capacitors_of_a_silicon_chip
silver_nanorods_and_particles_growth_on_copper_crystals
partially_dried_red_blood_cells_clotted_on_the_cotton_fibres_of_a_gauze_wound_dressing._imaged_at_low_vacuum_to_avoid_charging_of_cotton_fibres
Raster-Elektronenmikroskop, Vergršsserung   :1  (bei 15x12cm Bildgršsse)
nano_wires
nano_forsterite_is_a_synthetic_mineral_consisting_of_mg_and_si__o.minerals_was_subjected_to_35oc__90_atm__95-100__water_saturation_super_critical_co2
iron_nodule_as_egg_shell_filled_with_calcium_carbonate
image_of_the_veins_running_through_a_cross_section_of_a_leaf._student_image_courtesy_of_daisy_lee
head_of_a_moth__coloured_by_margit_wallner
fib_cut_on_pes_filtration_membran
copper_fibers_created_electrochemically.the_image_colored_by_photoshop
a_slope_cutter_ar__milled_semiconductor_sample
forepart_of_a_mite__coloured_by_margit_wallner
capillary_net_of_a_alveola_showing_the_erythrocytes_within_the_blood_vessels
feiwinner

143 fantásticas fotos de nuvens.

Por Mark Wilson

Nuvens fofinhas! Nuvens esparsas! Nuvens no por do sol! Nuvens extremas! Os 143 fotógrafos que entraram no desafio fotográfico do Gizmodo US dessa semana conseguiram cobrir todos os tipos básicos e customizados de nuvens.

VENCEDORA – Bomba de nuvens

Semana passada um amigo de El Paso veio para a cidade e nós fomos dar uma volta pela vizinhança em Austin, Texas com a minha câmera analógica da Nikon para tirar algumas fotos. Eu adoro fotografar com filme por muitas razões. Filme tem uma qualidade que eu não consigo abandonar. Ele também força esse conceito de gratificação atrasada que eu, com 22 anos, estou sempre em busca. Eu não possuo uma câmera digital – apenas uma point and shoot Nikon.

Para essa foto – eu vi essa cúmulus nimbus enorme se formando bem longe no horizonte. Eu estava com lentes de zoom e sabia que iria ficar épico se aumentasse o zoom para comprimir o espaço. Eu não fazia idéia de quão épico seria. Eu consegui capturar o sol pouco depois do entardecer. Eu me apaixonei por essa imagem porque o meu amigo está olhando para trás para ver todas as cores em uma enorme cúmulus nimbus que parece com uma bomba nuclear. Eu provavelmente estava fotografando f5.6 em uma lente 135mm. Filme Superia 400 da Fujifilm. Essa imagem foi a melhor que já fiz, e mal posso esperar para superá-la!
– Cameron Schmucker

Tons de Cinza

Eu sai essa semana e comprei um filtro polarizador barato por causa da sugestão do Gizmodo e essa imagem foi feita enquanto eu estava brincando com o filtro para aprender como usá-lo. É fantástico como girar um quarto de volta no filtro pode mudar a foto. Essa é uma foto da Ilha Catalina tirada a partir da costa Sul da Califórnia. Eu achei que a foto funcionou como se a ilha parecesse ser uma núvem também. Minha esposa achou que ela acabou parecendo um monstro: A ilha sendo sua boca; e as nuvens, seus olhos. Eu tirei um monte de fotos de nuvens essa semana e eu escolhi essa porque ela parecia um pouco diferente da foto “padrão” de nuvem. Canon EOS REBEL T1i, EF-S18-55mm f/3.5-5.6 IS Lentens com filtro CPL, 1/125, f/13, 55mm, ISO 100, 0 EV.
-Matthew Johnson

Óculos escuros

Eu me preparei para fazer algumas fotos de nuvens para o desafio fotográfico do Gizmodo dessa semana, eu não possuo um filtro polarizador para as lentes então eu improvisei usando um par barato de óculos escuros. Eu fiquei surpreso com o resultado!
Nikon D3100, lentes 18-55M, ISO 400.
-Justin Beck

Amarelo, vermelho e azul

Eu vi uma luz vermelha brilhar através da minha persiana e bater nos meus olhos. Olhei pela janela e peguei a câmera rapidamente e este é o resultado.
A configuração que eu usei na minha 550D/T2i com as lentes 18-55 do kit em 18mm foi f/3.5, ISO-100 e 1/25, sem tripé.
-Andreas Vadian

REALMENTE parece com uma rena

Essa foi um pouco de tentativa e erro. As fotos que na verdade ficaram melhores foram as não polarizadas. Ela foi tirada com a minha Canon XSi com lentes 50mm1.5. Com 1/600 e f/5.6 ISO 100. Essa foto parece com uma rena em uma planície com neve!
-Seth Porter

Pipoca

Eu tirei essa foto em um avião indo de Washington D.C para Londres, Inglaterra, com a minha Canon G11. Depois de cochilar um pouco eu acordei, bem no momento do nascer do sol e tinha apenas que tirar a foto. Eu rapidamente peguei a minha G11 e ajustei as configurações, levou quase 20 minutos para tirar a foto para ter certeza que não iria ter nenhum reflexo e conseguir essa imagem. Canon G11, Lentes Primárias 55mm (embutida) ISSO: 80, Velocidade do Obturador: 1/600, f/4.
-David M. Utt

Nuvens em Óleo

Em um dia que estava fazendo 45 graus *Celsius*, eu naturalmente imaginei que nós poderíamos esperar um show de luzes bacana à noite, porque esse é normalmente o caso quando nós temos dias tão úmidos e quentes aqui em Ottawa. Eu chequei o radar do tempo, e certamente, uma tempestade animal estava se aproximando. Pela velocidade que ela estava se movendo, parecia que eu tinha cerca de 2 horas até que ela chegasse (Eu trabalho aos domingos, então isso precisou de um pouco de planejamento). Eu me certifiquei de adiar minha pausa de 15 minutos o suficiente para que eu conseguisse capturar esse monstro passando.

Às 7:20 do horário local, eu sai para ver esse monstro agitado se movendo, acompanhado de rajadas de vento de 140 Km/h, uma tempestade de areia no rosto, e uma chuva que parecia balas. Com tudo isso, ela durou cerca de 15 minutos. Eu também fiquei sabendo cerca de 5 minutos de pois que o palco principal do festival de blues de Cisco Ottawa desabou devido aos fortes ventos, no meio da apresentação do Cheap Trick. Ninguém ficou ferido, mas foi meio perturbador visto que alguns anos antes, eu vivia em Alberta e estava por perto quando uma dessas tempestades malucas derrubou o palco do Big Valley Jamboree e matou alguém.

E sobre a foto, eu não tinha a minha 40D comigo no trabalho, então eu peguei meu iPhone 4 e tirei algumas fotos. Ele estava ajustado para HDR, e esta é a foto HDR, que ficou BEM mais legal do que a foto natural. Entretanto, o ruído na foto era ridículo, então eu joguei no Lightroom e ajustei a redução de ruído. Essa foi a única mudança que eu fiz.
– Andrew Johnson

Tempestade Exposta

Eles dizem que a melhor câmera é aquela que você tem consigo, então essa é uma foto de celular. Arhg! Eu odeio quando a DSLR fica em casa! Eu acho que parece com o rosto de um cara com cavanhaque gritando para o céu!
-Sam Katz

Raios

Eu tive bons momentos em Vegas e devido à ter dormido pouco eu decidi sentar no banco de trás. De repente alguém no banco da frente estava gritando meu nome e dizendo para pegar a câmera e me desafiou a tirar essa foto. Eu ainda estava meio sonolento e coçando meu olho enquanto nós passávamos pela Interstate 15 (Deserto de San Bernardino) a 96Km/h. Tirei a câmera, tentei ver pelo viewfinder e tirei duas fotos através da janela. Um em modo paisagem e outro em retrato. Precisei cortar um pouco para tirar uma parte da janela do carro. Fiquei chocado que realmente deu certo!
Canon 5D Mark II, Canon 24-70mm f/2.8 L @ 65mm, prioridade da abertura do diafragma, ISO 400, velocidade: 1/4000, com polarizador circular.
-Patrick Manzon

Arco-íris I

Essa foto foi tirada de uma janela de avião com uma Canon Rebel XT. Ela foi tirada com lentes 50mm. O diafragma estava com uma abertura de 1.4 e o ISO em 400. Eu estava indo para a Itália quando olhei para fora da janela e consegui ver um arco-íris e precisei tirar essa foto. Foi maravilhoso estar acima do arco-íris.
-Jessica Krzywicki

Arco-íris II

Foi um dia muito quente e úmido em julho. De alguma maneira, algumas horas depois do anúncio do Gizmodo, houve uma tempestade isolada na cidade de Nova Iorque. Eu fiquei feliz de me refrescar sem ar-condicionado. A chuva passou, as nuvens estavam se movendo lentamente em direção ao leste. Minha esposa e eu estávamos jantando e nós percebemos partes de um arco-íris na janela de nosso apartamento. Eu fui para a sacada. Em alguns segundos o arco-íris se completou. Eu corri para pegar minha câmera, coloquei as lentes mais amplas que eu tinha. Corri de volta para a sacada e comecei a disparar.
Nikon D300, Nikon AF-S DX Zoom-Nikkor 12-24mm f/4G IF-ED, 1/200, f/7.1
-Tunyaluck Phuttal

Nuvem afunilada

Eu estava indo para Frankfort, MI com um amigo e notei essa nuvem do lado da janela do passageiro. Eu sempre quis fotografar um tornado e essa nuvem tinha um formato tão único e lembrava um funil que eu tive que capturar a imagem dela e adicionar à minha coleção de fotografia de natureza. Fuji FinePix S6000fd, ISO: 200, 17mm distância focal, f/8
-Shannon Adams

O ataque da nuvem em forma de garra

Eu estava saindo do lado norte (de Chicago) para ir para a casa da minha namorada no lado oeste e vi da via expressa Kennedy que as nuvens saindo do lago e ficando um pouco acima dos prédios pareciam fantásticas. Eu sabia que eu conseguiria uma imagem incrível do topo do prédio dela então corri e quando cheguei lá joguei todas as minhas coisas no apartamento dela e corri para o topo do prédio e comecei a fotografar. Canon T2i, EF-S18-55mm f/3.5-5.6 IS at 18.0mm, f18, 1/80, ISO 100.
-Rob Lennox

Fábrica de nuvens

Tirada com uma Samsung Infuse, ~4mm f/2.6 @1/2222. Editada no Photoshop a cor e o contraste. Eu esperei o dia todo para capturar a nuvem de vapor em uma configuração interessante, mas eu estava ocupado demais quando estava sem vento e ela estava indo direto para o céu.
-Matthew Neuman

Rosto assustador?

Cerca de 8 da noite na frente do meu deck em North West Las Vegas. Depois de algumas cervejas! Você consegue ver o rosto nas nuvens? Canon Powershot G11, 1/80 f/2.8, 6.1mm, ISO 80.
-Dan Leszczynski

Obrigado a todos que participaram do desafio dessa semana. Houve bastante gente participando pela primeira vez, o que é fantástico. Quanto mais de vocês participarem, mais perspectivas nós teremos. Como sempre, a galeria completa está abaixo, e os wallpapers no Flickr.

Mark Wilson é o fundador do Philanthroper, um site de ofertas para organizações sem fins lucrativos.

Para quem precisa de ajuda extra nas provas de química …

image

Show da Física 03/06/11–Alunos da EE Waldomiro Guimarães

Tabela Periódica – Versões curiosas

1. Uma das primeiras

2. Artística

3. Artística Clássica

4. Programas de TV e internet

5. Elementos Criminosos

6. Elefantes

7. Cartoon

8. Fotográfica

9. Tatuagem

10. Espiral

11. Galáctica

12. Tamanho dos átomos

13. Tipo Mural

14. Tipo Gravata

15. Tipo Fita

16. Cortina de Banheiro

Entendendo os cientistas.

Quando eu vi esse quadrinho morri de rir, precisava compartilhar.

Fim das férias !!!!

Bem, de volta às férias (que, na verdade, ainda não começaram…hehehe!)

PALAVRAS DE CONFORTO:

 

%d blogueiros gostam disto: